Ambientação
Todo ser humano necessita de algo em que acreditar para que sua vida tenha algum sentido. Seja em vários deuses ou em um só ou até mesmo na inexistência de qualquer deus. Seja no bem, no mal, na vida após a morte ou em magia. Independente de qualquer que seja a crença, os humanos movem suas vidas em função dela. Entretanto, há um tipo especifico de humanos que têm a magia não como uma crença abstrata, mas como sua maior realidade.

A comunidade bruxa europeia vive em paz há algum tempo, desde que o Ministério conseguiu frustrar os planos da Irmandade das Trevas. Os comensais que sobreviveram ao rompante de raiva de seu chefe foram mandados para Azkaban para receberem o beijo dos dementadores. Porém os aurores não conseguiram capturar o líder da Irmandade, que anda livre pelo mundo já recrutando um novo exercito.

Não diferente, o Ministério da Magia já treina novos aurores para suprir a baixa que foi deixada pela última batalha contra os bruxos das trevas. Os chefes dos departamentos não mais estão fazendo vista grossa para os acontecimentos anómalos que outrora assombraram suas rotinas. O ministro em si se encarrega dos assuntos mais sérios e as pilhas de papeis em sua mesa estão cada vez menores.

Em Hogwarts, os antigos clubes de duelos e de poções foram reativados, mas não com a antiga ideologia de apenas aprendizado e lazer, e sim com a mascarada didática de treinar os alunos em combate, defesa e o que mais for necessário para prepara-los para uma futura batalha contra o mal.

Os sinais estão claros para as autoridades, os bruxos das trevas se movem à surdina e os jovens estudantes do castelo de Hogwarts são preparados para a guerra sem nem mesmo notar. Os dias sombrios estão por vir novamente. Bruxos, empunhem suas varinhas e as segurem bem, pois elas serão suas maiores e melhores aliadas nos dias futuros.
Data on
Ano: 2019
Mês: Outubro
Novidades

Em breveCampeonato de Quadribol

Últimos assuntos
» [RP]
Ter 6 Jun 2017 - 15:36 por Joshua B. Connington

» Votações - Abril e Maio
Seg 5 Jun 2017 - 2:20 por Sarff

» [RP] I have loved the stars too fondly to be scared of the night
Dom 4 Jun 2017 - 10:46 por Anastasia Kinsky

» [RP] Seven Nation Army
Sex 2 Jun 2017 - 3:07 por Edward Fourrié Schwartz

» Solicitação de Missões
Sab 13 Maio 2017 - 20:23 por Chai K. Schwartz

» Liga de Quadribol
Dom 7 Maio 2017 - 19:17 por Sarff

» Sistemas do Fórum
Dom 7 Maio 2017 - 18:04 por Sarff

» [rp] She is supreme
Qua 15 Fev 2017 - 20:16 por Aaliyah Brussel Lancaster

» Tabela de Conversão e Ações de PPH's
Seg 13 Fev 2017 - 3:27 por Tétis

» [RP] Just another day
Dom 29 Jan 2017 - 19:02 por Convidado

Staff
Sarff
Danorum
Narrador
Tétis
Manchetes do Profeta
Entrevistacom o Ministro da Magia.
Nóticiassobre a Liga de Quadribol.
Awards
BRANDON CARTWRIGHT
Aluno mais esforçado
IVY SCHWARTZ
Melhor profissional
NIKOLAI DIMITROFF
Drama king
EDWARD SCHWARTZ
O pegador
ANNE & LILY
Melhor dupla
Ksenia & Marijuana
RP mais quente
Parceiros
Créditos
Todo conteúdo contém exclusivamente seus criadores, quaisquer retiradas devem ser creditadas. Este fórum é a terceira geração que se iniciou no Aresto Momentum e depois se tornou Potterhead, seguindo algumas de suas ideologias, sistemas e projetos. Este RPG é feito em nome do PH e toda sua colaboração para o mundo Rpgista Potteriano. Skin feita por Hardrock de Captain Knows Best e adaptada por Danorum.

Licença Creative Commons

Parceria Sanguínea

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Parceria Sanguínea

Mensagem por Fredericksen C. Drakhale em Sex 11 Abr 2014 - 18:42




















As famílias bruxas em seu geral são muito respeitadas e admiradas. Nesse caso, me dirijo às demasiadas famosas e que se tornaram, mesmo que não por propósito direto, um destaque inigualável. Entretanto, as mesmas distinguem-se entre si. Além de manterem severas divergências entre número de membros, esses grupos de familiares vem se mostrando umas enconomicamente superiores às outras.

Como exemplos citáveis, destacamos aqui as cinco famílias que mostraram-se muitíssimo famosas, e com status nas alturas: Villenueve, Bringstrow, Drakhale, Lancaster e , não menos importante, Cavendish. Posso afirmar com todas as letras, caro leitor, que o cofre desses bruxos no prezado Gringotes é de encher os olhos! As contas gordas não seriam nada questionáveis, levando em consideração tal proporção devidamente apresentada pelos nossos destaques de hoje.

Como não poderia ser diferente, citarei aqui ligeiras características de cada uma delas. Os Villenueve, ah, sim. Família francesa, antiga, muito bem estruturada, se me permitem. Bruxos bem formados e alunos talentosíssimos. Porém, não sei se notaram o mesmo que eu, um mero redator, mas seus membros, que outrora sempre foram de magnitude invejável, andam um tanto quanto desaparecidos. Creio que não possa ser classificado como falência em si, porém, o caso se torna preocupante. Os Bringstrow aparentam obter o mesmo problema de seus amigos franceses, a decadência. Ainda é possível observar um ou outro inglês perambulando por aí, mas qual é o motivo que fez com que os demais membros se distanciassem da mídia? Já os Drakhale, não possuem nenhum dos problemas acima. Uma família socialmente estruturada, com membros afluentes e estão tomando Hogwarts! Será que continuarão assim ou cairão junto aos outros? Os Lancaster, creio, não enfrentam tantos problemas. São bem colocados e todos sempre muito agraciados com suas belas carreiras e seus desempenhos acadêmicos. Os Cavendish, sim, são um caso preocupante. Pouquíssimos são os que carregam seu sobrenome, e sua afluência que antigamente poderia ser comparada à uma epidemia, hoje em dia se encontram escassos.

Poucas delas possuem pontes aparentadas com outras. Os Villenueve e os Lancaster, poderiam ser citados como obra viva desse fato, já que vários de seus integrantes construíram laços com de seus vizinhos, surgindo assim os Villenueve Lancater, ou visse-e-versa. Com outras das famílias não é tão comum encontrar parentesco.

Pequenas famílias também surgiram com o passar dos tempos. Os Australis, onde abrigam como membro Vossa Excelentíssima Pessoa, o Senhor Ministro Nimbus,apresentam ainda pouquíssimos integrantes, mas possuem uma certa força, justamente por serem os familiares e amigos do rosto mais conhecido do Mundo Bruxo. Os Staunton também poderiam ser citados, pela participação do conhecido Edric Staunton, antigo Redator-Chefe, que trouxe com sua carreira várias polêmicas e afrontas, que nem sempre eram interpretadas com bons olhos.

Acabamos por concluir que esses pequenos, ou grandes, grupos nunca deixaram de se tornar destaque em nosso meio. Um ditado trouxa conhecido é: “Os maiores e mais fortes, a vitória possuem” o que perfeitamente se encaixam em nossos queridos amigos. Os cargos maiores e mais disputados são sempre de um de seus membros, se bem repararem, e isso não mudará tão cedo. A vitória e o status é importante, mas pode gerar a decadência e principalmente as desavenças. Sempre observamos esses decorridos. Pequenos conflitos e divergências entre famílias, ou até mesmo em seu interior, qual seria o crucial motivo para tais? A causa seria a sede de poder? As famílias vitoriosas e superiores, se agraciam e continuam torcendo pela maior e mais brusca queda dos que já se encontram no fundo do poço? Ao decorrer dos anos, veremos que mostrará suas garrinhas.


Por: Fredericksen C. Drakhale










Fred  Drakhale
The Pond-WE

Love of my life:
avatar
Fredericksen C. Drakhale
Data de inscrição :
11/01/2014

Mensagens :
37


Ficha do Personagem
Ano Escolar: Concluído
Patrono: Camaleão
Casa: Sonserina
RPG » Adulto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum