Ambientação
Todo ser humano necessita de algo em que acreditar para que sua vida tenha algum sentido. Seja em vários deuses ou em um só ou até mesmo na inexistência de qualquer deus. Seja no bem, no mal, na vida após a morte ou em magia. Independente de qualquer que seja a crença, os humanos movem suas vidas em função dela. Entretanto, há um tipo especifico de humanos que têm a magia não como uma crença abstrata, mas como sua maior realidade.

A comunidade bruxa europeia vive em paz há algum tempo, desde que o Ministério conseguiu frustrar os planos da Irmandade das Trevas. Os comensais que sobreviveram ao rompante de raiva de seu chefe foram mandados para Azkaban para receberem o beijo dos dementadores. Porém os aurores não conseguiram capturar o líder da Irmandade, que anda livre pelo mundo já recrutando um novo exercito.

Não diferente, o Ministério da Magia já treina novos aurores para suprir a baixa que foi deixada pela última batalha contra os bruxos das trevas. Os chefes dos departamentos não mais estão fazendo vista grossa para os acontecimentos anómalos que outrora assombraram suas rotinas. O ministro em si se encarrega dos assuntos mais sérios e as pilhas de papeis em sua mesa estão cada vez menores.

Em Hogwarts, os antigos clubes de duelos e de poções foram reativados, mas não com a antiga ideologia de apenas aprendizado e lazer, e sim com a mascarada didática de treinar os alunos em combate, defesa e o que mais for necessário para prepara-los para uma futura batalha contra o mal.

Os sinais estão claros para as autoridades, os bruxos das trevas se movem à surdina e os jovens estudantes do castelo de Hogwarts são preparados para a guerra sem nem mesmo notar. Os dias sombrios estão por vir novamente. Bruxos, empunhem suas varinhas e as segurem bem, pois elas serão suas maiores e melhores aliadas nos dias futuros.
Data on
Ano: 2019
Mês: Dezembro
Novidades

Em breveCampeonato de Quadribol

Últimos assuntos
» [RP] kingdom come
Ter 17 Out 2017 - 21:22 por Edward Fourrié Schwartz

» Tabela de Conversão e Ações de PPH's
Dom 15 Out 2017 - 23:09 por Chronos

» [RP] Seven Nation Army
Dom 15 Out 2017 - 2:27 por Serena D. Cartwright

» [RP] La nostalgie c’est le désir d’on ne sait quoi…
Sab 14 Out 2017 - 17:04 por Joshua B. Connington

» [RP] Work work work
Ter 6 Jun 2017 - 15:36 por Joshua B. Connington

» Votações - Abril e Maio
Seg 5 Jun 2017 - 2:20 por Sarff

» [RP] I have loved the stars too fondly to be scared of the night
Dom 4 Jun 2017 - 10:46 por Anastasia Kinsky

» Solicitação de Missões
Sab 13 Maio 2017 - 20:23 por Chai K. Schwartz

» Liga de Quadribol
Dom 7 Maio 2017 - 19:17 por Sarff

» Sistemas do Fórum
Dom 7 Maio 2017 - 18:04 por Sarff

Staff
Sarff
Danorum
Narrador
Tétis
Manchetes do Profeta
Entrevistacom o Ministro da Magia.
Nóticiassobre a Liga de Quadribol.
Awards
BRANDON CARTWRIGHT
Aluno mais esforçado
IVY SCHWARTZ
Melhor profissional
NIKOLAI DIMITROFF
Drama king
EDWARD SCHWARTZ
O pegador
ANNE & LILY
Melhor dupla
Ksenia & Marijuana
RP mais quente
Parceiros
Créditos
Todo conteúdo contém exclusivamente seus criadores, quaisquer retiradas devem ser creditadas. Este fórum é a terceira geração que se iniciou no Aresto Momentum e depois se tornou Potterhead, seguindo algumas de suas ideologias, sistemas e projetos. Este RPG é feito em nome do PH e toda sua colaboração para o mundo Rpgista Potteriano. Skin feita por Hardrock de Captain Knows Best e adaptada por Danorum.

Licença Creative Commons

Quarto da Edith

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarto da Edith

Mensagem por Danorum em Qui 1 Out 2015 - 17:25



avatar
Danorum
Data de inscrição :
12/05/2013

Mensagens :
736


RPG » Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Edith

Mensagem por Lena Bonham em Seg 28 Dez 2015 - 3:26


new head for collection

Aparatei na mansão Fourrié, via a bela família cear, pelas sombras. Me esgueirei pelos corredores dos quartos e adentrei no quarto do meu irmãozinho John, deitei em sua cama e senti o cheirinho de seu pijama sobre a cama, a tempos não tinha algo tão macio acariciando meu rosto, percebi uma movimentação dos jovens, do lado de fora um sorriso sádico rasgou minha face, segurei a varinha prestes a lançar um feitiço, quando Oliver apareceu em meio a eles.
Contive minhas ações e voltei ao corredor quando o som de paços me surpreenderam, adentrei em um quarto qualquer deveras luxuoso, me dirigi até a cama e comecei a pular sobre ela quando fui surpreendida por uma senhorinha de meia idade. – Olha só quem veio nos prestigiar Lizzie! – umedeci os lábios e lambi a pontinha do dedo indicador, com um gesto da mão esquerda tranquei o quarto – Shh, Shh, Shh... Não queremos chamar atenção não é mesmo senhorita Durkain! – saquei minha varinha e proferi os feitiços – Expelliarmus, abafiato! – pulei em sua direção derrubando-a, em seguida rasguei a roupa dela, a velha havia perdido sua varinha e dignidade, levitei os lençóis da cama e a amarrei, passei a língua pela barriga da senhora marcando uma trilha de saliva, aquele era meu alvo.
Manipulei os brilhantes do lustre do quarto fazendo-os atingir à senhora e abrindo seu estômago, a mulher começou a gemer e gritar por socorro – Poupe o lamento titia, ninguém irá te ouvir... – analisei a cabeça perfeita e crânio proporcional – Sectusempra – e mais uma cabeça decapitada para coleção... Edith Durkain estava morta.
Sai pela porta do quarto rumo ao corredor com a cabeça da velha embaixo do braço fechei a porta com cuidado quando fui surpreendida pelo garotinho de olhos azuis.      


avatar
Lena Bonham
Data de inscrição :
24/09/2015

Mensagens :
13


Ficha do Personagem
Ano Escolar: Concluído
Patrono: Nenhum
Casa: Lufa-lufa
IRM » Comensal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Edith

Mensagem por Oliver Bonham Fourrié em Seg 28 Dez 2015 - 3:55

Yeah he found a six shooter gun
In his dad's closet in a box of fun things
And i don't even know what But he's coming for you, yeah he's coming for you All the other kids with the pumped up kicks You better run, better run, outrun my gun All the other kids with the pumped up kicks You better run, better run faster than my bullet

A festa estava muito animada às pessoas se socializavam e brindavam as ultimas semanas em Hogs, o estranho era que não tínhamos sido interrompidos por nenhum adulto, a maioria dos meus planos mirabolantes sempre eram estragados por algum deles. Corri pela trilha em busca da mansão algo em meu âmago não estava bem, talvez estômago, tantos salgadinhos e álcool resultaria em merda, literalmente.
Segui pelos cômodos vagando em direção ao meu quarto, quando um zumbido começou a incomodar meus ouvidos, sai pelo corredor em busca do que causava tal som, quando ouvi o barulho de algo se esparramar, eu havia pisado em uma poça rubra. A memória da morte da diretora percorreu minha mente, causando um embrulho em meu estômago, deis dois passos para traz quando uma mulher abriu a porta, uma mulher com os olhos tão azuis quanto os meus e um sorriso tão macabro quanto o de um demônio, suas roupas estavam ensanguentada e a cabeça em suas mãos.
- Irmãozinho... – puxei minha varinha, era inútil estava traumatizado, em pânico, concentrei minhas forças tentando fazer um objeto flutuar em sua direção, quando ela foi mais rápida me erguendo na parede, ela era telepata – Lena... – sussurrei nunca tinha visto a garota antes, mas as informações que li... tudo se encaixava com perfeição – Surpreso, irmãozinho... Surpreso em ver a assassina de Hogwarts? – a mulher falava enquanto esbanjava a expressão risonha de uma criança, o que causava calafrios na espinha.
- Você é meu cumplice, irmãozinho, sua presença em cada assassinato não foi à toa... Em breve terá seu posto ao meu lado. – Lena jogou a cabeça decapitada em minhas mãos me lambuzando de sangue. E sumiu em uma nuvem de fumaça negra, meu organismo regurgitou tudo aquilo que havia comido e bebido na festa, passei a mão ensanguentada no rosto, sujando meus lábios de sangue, não qualquer sangue, sangue de uma Fourrié. Por fim senti uma onda devastar minhas ideias e pensamentos.


Thanks Tess
avatar
Oliver Bonham Fourrié
Data de inscrição :
16/09/2015

Mensagens :
170

Idade :
19


Ficha do Personagem
Ano Escolar: Concluído
Patrono: Coala
Casa: Lufa-lufa
RPG » Adulto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Edith

Mensagem por Edith Durkheim em Sab 9 Jan 2016 - 4:23


A bruxa bocejou, havia visto uma comoção anormal nos jardins da Mansão Fourrié e quando estava prestes a iniciar seu teatro dramático, escandalosamente comunicando a sobrinhos e netos percebeu a ausência dos mais jovens.
Crianças tolas. Uma cerimônia tão esplendorosa e importante como um natal em família e estes desperdiçando-a enquanto faziam bagunça nos terrenos. Ela buscaria Fourrié um por um e coitado fosse Benjamin, se Edith encontrasse-o fora da mansão.
Entretanto, para reconhecer os jovens delinquentes familiares, a idosa bruxa precisava tomar uma poção de recuperação para sua visão, visto que a dose que tomara mais cedo já começava a se desgastar e, portanto, assim dirigiu-se para seu quarto.
Empurrou a porta e foi surpreendida pela presença de uma adolescente - certamente sob efeitos de pó de chifre de unicórnio. - pulando em sua cama. "Saia do meu quarto, criança estúpida. Não tem respeito pelos mais velhos, não tem respeito pela..." afirmou, rispidamente, mas foi interrompida pela autoridade insana da garota. "Abra essa porta e vocês duas saiam agora." ordenou, procurando a segunda garota 'Lizzie' e, mesmo que sua voz tremulasse - sentia uma ponta de medo - ainda aparentava a bravura e ostentava sua arrogância natural.
A garota saltou, ameaçadora a sua própria forma, e retirou de Edith a varinha e quaisquer sons que poderiam auxilia-la buscando o socorro com dois simples feitiços. Imediatamente a idosa quis gritar, aquela situação fugia de seu controle e antes que percebesse fora despida. Gritou, esperneou, sacudiu o corpo flácido, sem sua magia encontrava-se totalmente indefesa, chutou e tentou arranhar o rosto da desconhecida mas era demais.
O lustre a atingiu e Edith emitiu um grito inigualável, a dor era tão forte que a bruxa mal conseguia senti-la. "Socorro..." gritou, suas palavras sequer espreitaram para o corredor, presas para sempre dentro daquele quarto.
Uma última vez, Lena Bonham, a desconhecida insana comensal da morte, a olhou. Encarou-a verdadeiramente, quase puxando todas suas boas lembranças - das filhas, dos netos. - e deixando-a num vazio. Proferira um feitiço, mas já não era importante para Edith. Nada mais era, porque Edith Durkheim estava morta.
avatar
Edith Durkheim
Data de inscrição :
21/10/2014

Mensagens :
61

Idade :
68


Ficha do Personagem
Ano Escolar: Concluído
Patrono: Nenhum
Casa: Grifinória
RPG » Fantasma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Edith

Mensagem por Mischa Lockwood em Sex 15 Jan 2016 - 1:54

It drowned in the tide
O clima com o primo Ethan estava tornando-se malicioso demais, regado a álcool e uma multidão de jovens semi-nus, Mischa achou melhor juntar o pouco que havia ainda de sua sanidade e afastar-se daquela orgia disfarçada de festa, após comunicar isto a Ceinwyn - sua maior companhia da noite, retirou-se.
Entretanto, foi mera ilusão esperar que pudesse usufruir de paz e tranquilidade no lado de dentro da mansão, esgueirando-se sem deixar notar-se pelos familiares mais velhos (seus nada dignos trajes ou o cheiro de bebida impregnado em seu ser) Mischa caminhava em direção ao quarto compartilhado pelas meninas Fourrié quando escutou o baque de algo no piso. Assim como a coragem e ousadia eram ditos serem uma característica dos grifinórios, Mischa também compartilhava da habitual curiosidade dos leões e não demorou para juntar no corrimão um moletom de Mordred e vesti-lo, cobrindo até a metade de suas coxas.
Um cheiro angustiante preencheu suas narinas e fez seu estômago agitar-se. Ela havia bebido e reconhecia-o muito bem, álcool regurgitado o baque que ativara sua curiosidade, muito provavelmente era do mesmo que havia vomitado. Álcool demais para crianças. Ela pensou antes de se aproximar verdadeiramente da cena e deparar-se com aquela situação. "Holy crap" deixou escapar, em um fio de voz, as mãos fechando-se apertadas contra os lábios para evitar gritos involuntários. Oliver, o primo com quem festejava horas antes agora estava agarrado a uma cabeça (que Mischa reconhecia igualmente bem) em uma poça de sangue vômito. A trilha de sangue escapando por seus lábios demonstrava o óbvio. Ele tentara beber o sangue da morta e, não resistindo ao sabor, vomitara. Deu alguns passos para trás, ansiosa por sair daquela cena horrenda e buscar alguém. Diante de uma cena tão grotesca seu cérebro deparava-se com uma dificuldade em acreditar que era verdade. Ela precisava de sua amiga para aquilo, precisava de Ceinwyn.
Wake me slowly Or watch me fall;




avatar
Mischa Lockwood
Data de inscrição :
04/05/2015

Mensagens :
116

Idade :
13


Ficha do Personagem
Ano Escolar: 2° Ano
Patrono: Nenhum
Casa: Grifinória
RPG » Fantasma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Edith

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum