Ambientação
Todo ser humano necessita de algo em que acreditar para que sua vida tenha algum sentido. Seja em vários deuses ou em um só ou até mesmo na inexistência de qualquer deus. Seja no bem, no mal, na vida após a morte ou em magia. Independente de qualquer que seja a crença, os humanos movem suas vidas em função dela. Entretanto, há um tipo especifico de humanos que têm a magia não como uma crença abstrata, mas como sua maior realidade.

A comunidade bruxa europeia vive em paz há algum tempo, desde que o Ministério conseguiu frustrar os planos da Irmandade das Trevas. Os comensais que sobreviveram ao rompante de raiva de seu chefe foram mandados para Azkaban para receberem o beijo dos dementadores. Porém os aurores não conseguiram capturar o líder da Irmandade, que anda livre pelo mundo já recrutando um novo exercito.

Não diferente, o Ministério da Magia já treina novos aurores para suprir a baixa que foi deixada pela última batalha contra os bruxos das trevas. Os chefes dos departamentos não mais estão fazendo vista grossa para os acontecimentos anómalos que outrora assombraram suas rotinas. O ministro em si se encarrega dos assuntos mais sérios e as pilhas de papeis em sua mesa estão cada vez menores.

Em Hogwarts, os antigos clubes de duelos e de poções foram reativados, mas não com a antiga ideologia de apenas aprendizado e lazer, e sim com a mascarada didática de treinar os alunos em combate, defesa e o que mais for necessário para prepara-los para uma futura batalha contra o mal.

Os sinais estão claros para as autoridades, os bruxos das trevas se movem à surdina e os jovens estudantes do castelo de Hogwarts são preparados para a guerra sem nem mesmo notar. Os dias sombrios estão por vir novamente. Bruxos, empunhem suas varinhas e as segurem bem, pois elas serão suas maiores e melhores aliadas nos dias futuros.
Data on
Ano: 2019
Mês: Outubro
Novidades

Em breveCampeonato de Quadribol

Últimos assuntos
» [RP]
Ter 6 Jun 2017 - 15:36 por Joshua B. Connington

» Votações - Abril e Maio
Seg 5 Jun 2017 - 2:20 por Sarff

» [RP] I have loved the stars too fondly to be scared of the night
Dom 4 Jun 2017 - 10:46 por Anastasia Kinsky

» [RP] Seven Nation Army
Sex 2 Jun 2017 - 3:07 por Edward Fourrié Schwartz

» Solicitação de Missões
Sab 13 Maio 2017 - 20:23 por Chai K. Schwartz

» Liga de Quadribol
Dom 7 Maio 2017 - 19:17 por Sarff

» Sistemas do Fórum
Dom 7 Maio 2017 - 18:04 por Sarff

» [rp] She is supreme
Qua 15 Fev 2017 - 20:16 por Aaliyah Brussel Lancaster

» Tabela de Conversão e Ações de PPH's
Seg 13 Fev 2017 - 3:27 por Tétis

» [RP] Just another day
Dom 29 Jan 2017 - 19:02 por Convidado

Staff
Sarff
Danorum
Narrador
Tétis
Manchetes do Profeta
Entrevistacom o Ministro da Magia.
Nóticiassobre a Liga de Quadribol.
Awards
BRANDON CARTWRIGHT
Aluno mais esforçado
IVY SCHWARTZ
Melhor profissional
NIKOLAI DIMITROFF
Drama king
EDWARD SCHWARTZ
O pegador
ANNE & LILY
Melhor dupla
Ksenia & Marijuana
RP mais quente
Parceiros
Créditos
Todo conteúdo contém exclusivamente seus criadores, quaisquer retiradas devem ser creditadas. Este fórum é a terceira geração que se iniciou no Aresto Momentum e depois se tornou Potterhead, seguindo algumas de suas ideologias, sistemas e projetos. Este RPG é feito em nome do PH e toda sua colaboração para o mundo Rpgista Potteriano. Skin feita por Hardrock de Captain Knows Best e adaptada por Danorum.

Licença Creative Commons

[RP] Just another day

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] Just another day

Mensagem por Convidado em Dom 29 Jan 2017 - 13:49

And after all

Esta é uma RP fechada entre Abbey Lehna Oswald, que se passa na Seção de Controle do Mau Uso de Artefatos Trouxas, Ministério da Magia, em julho de 2017.
It's just another day



Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Just another day

Mensagem por Convidado em Dom 29 Jan 2017 - 19:02

And after all

A tarde estava pacífica, sem qualquer probabilidade de precipitação e dotado de um Sol quente a encabeçar o céu azul. Infelizmente, tal comportamento não alcançava os corredores confusos do Ministério da Magia: era necessário desviar de memorandos interdepartamentais a cada passo, que voavam de um lado para outro desafiando as leis da física, da mesma maneira que os próprios funcionários, imersos em montanhas de documentos e papéis, caminhavam com a sorte como guia. Até o pessoal da Manutenção Mágica parecia conspirar junto ao caos melancólico, pois, inverso ao clima fora das paredes escuras do complexo, as janelas encantadas estampavam uma forte nevasca sem fim - o que era no mínimo irônico, uma vez que o máximo usado pelos servidores era um fino suéter e nada além.

E tudo aquilo colaborava para a crescente falta de paciência a qual Abbey suportava. Gostava do emprego, afinal, havia se candidatado ao mesmo, mas se pudesse ter ficado em casa, o teria feito sem pestanejar. Todavia, seus documentos não seriam assinados sozinhos e tampouco os problemas sumiriam por conta própria. Existia também o impasse sobre bruxos transgressores que ultimamente criavam problemas no mundo trouxa. Inclusive, a britânica dirigia-se a Seção de Controle do Mau Uso dos Artefatos dos Trouxas com a intenção de verificar o andamento da investigação. Suspirou contrariada; para onde foram seus anos de estudo em ciências políticas? Não nutria qualquer desprezo aos incapacitados de produzir magia, mas nem de longe sentia algum afeto por eles. No entanto, estava sendo cobrada por seus seus superiores e não podia ignorar.

- Senhores? - Chamou antes de empurrar a porta do escritório almejado. O cômodo era uma pequena mancha na imponência e austeridade do departamento: apertado e modesto, imagens malucas decoravam as paredes apertadas, que também serviam de suporte para estantes apinhadas de bugigangas trouxas. Pecando no requinte, era de se esperar de uma sala vizinha a um armário de vassouras. - Que bom que te encontrei, Doug! - Cumprimentou um dos dois funcionários que ali trabalhavam. Seu rosto enrugado vivia sempre exibindo um sorriso caloroso e a mulher nunca havia visto-o de mal humor, ao passo que o outro, mais jovem e enérgico, dificilmente parava no andar; segundo as línguas soltas, era um rapaz em completa desarmonia com a função, tendo se alistado ao posto por ser a última opção. - Vim atrás dos relatório sobre o caso de jornais que incendeiam ao serem pegos pelos trouxas. - Solicitou de imediato, ansiosa para sair do compartimento.

No tempo em que o homem procurava os papéis em meio a confusão de pergaminhos, Abbey se perdeu observando mais atentamente os objetos estranhos que emolduravam a cena. Próxima da entrada, uma mesinha servia de base para um curioso artefato de formato quadricular, não muito grande; parecia feito de algo que assemelhava-se a um plástico de coloração acinzentada, e um dos lados mostrava um monitor escuro feito de vidro. Anexado verticalmente, botões saltavam da "caixa" e uma antena subia pela parte superior. Um pouco insegura, aproximou o dedo indicador das teclas, mas no exato momento, o oficial soltou uma exclamação alegre e empunhou um punhado de folhas, obrigando a chefe do departamento a voltar a sua posição anterior. - Obrigada, Doug. - Leu rapidamente as letras miúdas, capitando uma informação ou outra; depois examinaria com maior cautela. - Já possuem suspeitos? - Questionou, detestando a resposta seguinte. Por favor, se tratava de uma típica situação de vandalismo! Aparentemente, a mulher não soube esconder o semblante de insatisfação, pois no mesmo segundo completou que tinha novas pistas surpreendentes. - Espero que sim. Enquadrem os pontos de ocorrência e fiquem de olhos. Quanto mais rápido resolvido, melhor. - Pressionou, saindo em seguida do recinto.
It's just another day



Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum