Ambientação
Todo ser humano necessita de algo em que acreditar para que sua vida tenha algum sentido. Seja em vários deuses ou em um só ou até mesmo na inexistência de qualquer deus. Seja no bem, no mal, na vida após a morte ou em magia. Independente de qualquer que seja a crença, os humanos movem suas vidas em função dela. Entretanto, há um tipo especifico de humanos que têm a magia não como uma crença abstrata, mas como sua maior realidade.

A comunidade bruxa europeia vive em paz há algum tempo, desde que o Ministério conseguiu frustrar os planos da Irmandade das Trevas. Os comensais que sobreviveram ao rompante de raiva de seu chefe foram mandados para Azkaban para receberem o beijo dos dementadores. Porém os aurores não conseguiram capturar o líder da Irmandade, que anda livre pelo mundo já recrutando um novo exercito.

Não diferente, o Ministério da Magia já treina novos aurores para suprir a baixa que foi deixada pela última batalha contra os bruxos das trevas. Os chefes dos departamentos não mais estão fazendo vista grossa para os acontecimentos anómalos que outrora assombraram suas rotinas. O ministro em si se encarrega dos assuntos mais sérios e as pilhas de papeis em sua mesa estão cada vez menores.

Em Hogwarts, os antigos clubes de duelos e de poções foram reativados, mas não com a antiga ideologia de apenas aprendizado e lazer, e sim com a mascarada didática de treinar os alunos em combate, defesa e o que mais for necessário para prepara-los para uma futura batalha contra o mal.

Os sinais estão claros para as autoridades, os bruxos das trevas se movem à surdina e os jovens estudantes do castelo de Hogwarts são preparados para a guerra sem nem mesmo notar. Os dias sombrios estão por vir novamente. Bruxos, empunhem suas varinhas e as segurem bem, pois elas serão suas maiores e melhores aliadas nos dias futuros.
Data on
Ano: 2020
Mês: Março
Novidades

12/05St. Patrick's Party

Últimos assuntos
» Solicitação de Missões
Qua 6 Jun 2018 - 16:04 por Ocean Hoffmeister Kinsky

» [RP] Welcome To The Machine
Ter 5 Jun 2018 - 17:41 por Joshua B. Connington

» [RP] A job isn't just a job, it's who you are
Sab 12 Maio 2018 - 17:53 por Noah Brussel Lancaster

» Tabela de Conversão e Ações de PPH's
Dom 15 Out 2017 - 23:09 por Chronos

» [RP] La nostalgie c’est le désir d’on ne sait quoi…
Sab 14 Out 2017 - 17:04 por Joshua B. Connington

» [RP] Work work work
Ter 6 Jun 2017 - 15:36 por Joshua B. Connington

» Votações - Abril e Maio
Seg 5 Jun 2017 - 2:20 por Sarff

» Liga de Quadribol
Dom 7 Maio 2017 - 19:17 por Sarff

» Sistemas do Fórum
Dom 7 Maio 2017 - 18:04 por Sarff

» [rp] She is supreme
Qua 15 Fev 2017 - 20:16 por Aaliyah Brussel Lancaster

Staff
Sarff
Danorum
Narrador
Tétis
Manchetes do Profeta
Entrevistacom o Ministro da Magia.
Nóticiassobre a Liga de Quadribol.
Awards
BRANDON CARTWRIGHT
Aluno mais esforçado
IVY SCHWARTZ
Melhor profissional
NIKOLAI DIMITROFF
Drama king
EDWARD SCHWARTZ
O pegador
ANNE & LILY
Melhor dupla
Ksenia & Marijuana
RP mais quente
Parceiros
Créditos
Todo conteúdo contém exclusivamente seus criadores, quaisquer retiradas devem ser creditadas. Este fórum é a terceira geração que se iniciou no Aresto Momentum e depois se tornou Potterhead, seguindo algumas de suas ideologias, sistemas e projetos. Este RPG é feito em nome do PH e toda sua colaboração para o mundo Rpgista Potteriano. Skin feita por Hardrock de Captain Knows Best e adaptada por Danorum.

Licença Creative Commons

[RP] Welcome To The Machine

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] Welcome To The Machine

Mensagem por Joshua B. Connington em Ter 5 Jun 2018 - 17:39

avatar
Joshua B. Connington
Data de inscrição :
09/09/2015

Mensagens :
171

Idade :
19


Ficha do Personagem
Ano Escolar: Concluído
Patrono: Cobra covinha
Casa: Sonserina
MIN » Funcionário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Welcome To The Machine

Mensagem por Joshua B. Connington em Ter 5 Jun 2018 - 17:41


Les mots valent moins que les actions.
Qui ne risque rien, n'a rien

O inverno trazia consigo longos dias pálidos, ainda mais acinzentados do que de costume para o território britânico. Porém, mesmo com a depressiva condição climática que se podia reparar no lado de fora das janelas encantadas do Ministério da Magia, o movimento dentro de suas paredes não diminuíra em nada. Os elevadores ainda funcionavam sem parar, levando pessoas cujas fachadas expunham o cansaço que o famoso trabalho de escritório causava em todos, os sorrisos eram muito bem guardados para serem dirigidos a família quando chegassem em casa, como se houvesse uma cota diária para a simpatia que todos temiam alcançar.

O Connington, no entanto, era um dos poucos servidores cuja espera para o horário final do expediente era indiferente. Seus dias consistiam em acordar, passar algumas horas com Gato, seu shiba inu, alimentar-se e sair para o ministério, de onde sairia quase doze horas depois de volta para as paredes cinzas, cruas, do apartamento em que vivia sozinho na parte trouxa de Londres. Joshua iria, então, sair para uma corrida noturna com seu cachorro que poderia, como era comum, acabar em um dos pubs da região para tomar uma cerveja com alguns trouxas que haviam por consequência do destino se tornado seus amigos antes de voltar para casa no início da madrugada, na companhia apenas do animal, e reiniciar sua rotina.

A impressão, errônea, que se pode obter deste relato é que o Bringstrow estava insatisfeito com seu trabalho e, por consequência, com sua vida. Joshua refletia o amor da mãe pelo Ministério da Magia. Ela, a primeira mulher a assumir o cargo como ministra da magia – mesmo que por situações excepcionais – e ele o mais jovem a ascender ao título de embaixador britânico. Orgulhava-se de suas funções, de transformar o talento nato à diplomacia estimulado desde a primeira infância em uma carreira de prestígio. De ter passado no treinamento com verdadeiras relíquias da diplomacia britânica, dos contatos que ressuscitara da sua criação e dos quatro anos após Hogwarts. O jovem gostava de sua vida, só que faltava algo mais. Alguém que o olhasse de igual e o tratasse simplesmente por Josh, algo que o fizesse cumprir apenas as oito horas diárias no trabalho. Algo que lhe desse um real sentido de existência.



post #017 | Ministério da Magia | vestindo isso
avatar
Joshua B. Connington
Data de inscrição :
09/09/2015

Mensagens :
171

Idade :
19


Ficha do Personagem
Ano Escolar: Concluído
Patrono: Cobra covinha
Casa: Sonserina
MIN » Funcionário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum