Ambientação
Por cerca de 10 anos o Mundo Bruxo Britânico esteve sob a regenência de um governo ditador que, chantageado pelo intitulado Lorde K., o Lorde das Trevas, tomou algumas medidas drásticas para tirar o poder das mãos de famílias que já estavam há muito tempo na chefia das instituições bruxas. Bruxos foram perseguidos, presos, punidos.. Outros simplesmente desapareceram.

O Ministério da Magia, que a cada dia possuia novas regras para a população, sequer explicava para a sociedade o motivo daquilo. Parte da população bruxa apoiava tais medidas, querendo assim ver as famílias bruxas mais influentes finalmente fora do poder. Outra parte, formada principalmente pelas famílias atacadas, tentava resistir às ordens do Ministério. Hogwarts parecia treinar um exército. Famílias estavam fugindo. Os comércios estavam falindo. A sociedade bruxa britânica estava sucumbindo.

Anos se passaram, até que um grupo intitulado Lavender, formado inicialmente por mulheres das famílias perseguidas, surgiu com o apoio de muitos outros bruxos e ajudou a revelar toda a verdade da história. O Lorde K. não mais comandava a Irmandade e estava desaparecido. Seus próprios seguidores o haviam destituído de seu posto e assumido seu nome como um codinome para esconder o novo grupo, que almejava acabar com as famílias poderosas do mundo bruxo. Como se não bastasse, descobre-se ainda que uma Superior do Ministério e a Diretora de Hogwarts estavam por trás dos planos desse novo grupo, uma, por ter sido chantageada, a outra, por pura sede de vingança contra aqueles que um dia arruinaram sua própria família. Os grupos entraram em guerra.

Bruxos foram mortos de ambos os lados, mas por fim, o lado das trevas foi derrotado, capturado e mandado à Azkaban, que agora tem sua segurança mais que reforçada. As instituições estão sob novas direções. Famílias refugiadas retornam à seus lares. Os comércios tornam a ganhar freguesia com os bruxos finalmente andando sem grandes preocupações nas ruas. O que resta aos bruxos é recomeçar e crer que os tempos de paz e segurança irão durar.
Data on
Ano: 2030
Mês: Dezembro
Novidades

27/10 Trama atualizada!
23/11 Sistema PEM!
02/11 Novo sistema de aulas!
01/01 Votações de ano novo!
Manchetes do Profeta
Críticas sobre os acontecimentos do Memorial.
Links Rápidos

Últimos assuntos
Staff
Narrador
Danorum
Tétis
Sarff
Vênus
Scribe
Copa das Casas
CORVINAL
75
GRIFINÓRIA
153
LUFA-LUFA
205
SONSERINA
105
Awards
Edward Bianchi
Postador The Flash
Dylan Cartwright
Aluno Destaque
Annelise Kinsky
Salvadora da Pátria
Pietro Fourrié
Senhor Encrenca
Edwin & Noah
Casal Diabetes
Brahms Cartwright
Adulto Nada Exemplar
Candice Bringstrow
Bruxa mais Desejada
Isaac Fourrié
Bruxo mais Desejado
Shut Your Fucking Mouth
Melhor RP
Parceiros
Créditos
Todo conteúdo contém exclusivamente seus criadores, quaisquer retiradas devem ser creditadas. Este fórum é a terceira geração que se iniciou no Aresto Momentum e depois se tornou Potterhead, seguindo algumas de suas ideologias, sistemas e projetos. Este RPG é feito em nome do PH e toda sua colaboração para o mundo Rpgista Potteriano. Skin feita por Hardrock de Captain Knows Best e adaptada por Danorum e Ohen.

Licença Creative Commons

[RP – Embaixador Britânico] Entrevista no Ministério

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP – Embaixador Britânico] Entrevista no Ministério

Mensagem por Logan A. K. Wulfgard em Seg 24 Dez 2018 - 19:29



Está é uma RP aberta de Logan A. K. Wulfgard e Joshua B. Connington. Localiza-se no Ministério da Magia.


Esta é uma de Entrevista,


robb stark



Logan Wulfgard
Seja como a lua crescente... Crie romance, mude as marés.
Ravenclaw Pride

Logan A. K. Wulfgard
Logan A. K. Wulfgard
Data de inscrição :
26/07/2016

Mensagens :
127

Idade :
27


Ficha do Personagem
Patrono: Raposa do Ártico
Ano Escolar: Concluído
Casa: Corvinal
MIN » Funcionário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP – Embaixador Britânico] Entrevista no Ministério

Mensagem por Logan A. K. Wulfgard em Seg 24 Dez 2018 - 19:31



Logan A. K. Wulfgard


post: 000 ▬ tags: lalala ▬ escutando: lala ▬ local: u.u ▬ vestindo: link

Tinham se passado 10 anos desde a última vez que estive na Inglaterra. Mais de dez anos que eu tinha andado por aqueles corredores do ministério. Eu vi meu pai sendo preso. Não tinha muitas lembranças, mas o passado era passado. Cheguei ao ministério bem cedo, tinha uma entrevista de emprego. Depois de passar pela segurança do Átrio me dirigi aos elevadores indo para o Nível 05.

Vestia-me de forma simples, um terno negro, camisa formal negra e uma gravata grafite. A maleta com alguns papeis, e um velho relógio do meu pai/padrasto trouxa. Caminhei meio nervoso e me dirigi até a mesa da secretária. Estava  no Departamente de Cooperação Internacional em Magia. Me apresentei e pedi audiência com o Senhor Connington. Ela me pediu para que eu esperasse e que a Entrevista estava marcada para daqui a uma hora.

Esperei pacientemente. Nervoso, porém decidido. Queria recomeçar minha vida.

Spoiler:
Ϟ Nome: Logan Astorian Kalocsay Fourrié Wulfgard
Ϟ Idade: 27 anos
Ϟ Qual o cargo desejado? Embaixador da Inglaterra
Ϟ O que te levou a escolher este cargo? Conhecer o mundo e dialogar é uma das minhas maiores paixões, saber estabelecer pontes entre os irmãos mágicos é uma tarefa árdua porém muito importante para manter o nosso mundo caminhando. A cultura e a soberania de um povo mágico deve ser mantida e respeitada. Assim como, representada.
Ϟ Quais suas experiências nessa área? Apesar de ter nascido na Irlanda, morei até a adolescência na Inglaterra, estudei em Hogwarts. Depois de me formar viajei para os Estados Unidos, onde trabalhei em MACUSA como estagiário nas relações exteriores. Depois voltei a Europa para ajudar minha mãe e a família Fourrié com assuntos particulares e trabalhei como secretário Junior de comércio. E sei falar quatro línguas, e conheço bem culturas extrangeiras. Além disso, passei o último ano trabalhando com meu padrasto trouxa em sua empresa, me estabelecendo e estudando os trouxas de perto.

Olhei o relógio e esperei ser chamado para a audiência com o Sr. Connington.
thanks, clumsy @ sa!



Logan Wulfgard
Seja como a lua crescente... Crie romance, mude as marés.
Ravenclaw Pride

Logan A. K. Wulfgard
Logan A. K. Wulfgard
Data de inscrição :
26/07/2016

Mensagens :
127

Idade :
27


Ficha do Personagem
Patrono: Raposa do Ártico
Ano Escolar: Concluído
Casa: Corvinal
MIN » Funcionário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP – Embaixador Britânico] Entrevista no Ministério

Mensagem por Joshua B. Connington em Qua 26 Dez 2018 - 2:45


Aguantamos Pinochet, aguantamos a Videla, a Franco, Mao
Ríos Montt, Mugabe Hitler, Idi Amin, Stalin, Bush, Truman, Ariel Sharón y Hussein

Joshua ergueu o olhar para o relógio assim que foi comunicado discretamente por sua secretária. Aquilo ali não era ser pontual, tão incômodo quanto alguém que chegava atrasado, era alguém que menosprezava seus compromissos anteriores. Ergueu-se da mesa, pedindo licença para o emissário indiano e comunicou para a mulher "Sinto muito, Peters. Dê um pouco de chá para ele e o mande esperar, vou resolver o mais rápido possível com Rajid, mas ainda vou precisar de uns vinte minutinhos." Dito e feito, vinte minutos após a chegada de Wulfgard, o Bringstrow comunicava que este já podia entrar em seu gabinete particular.

"Desculpe fazê-lo esperar, mas não estava preparado para vê-lo tão cedo." Alfinetou, polido. Bateu de leve com a vassoura sobre a mesa, convocando em um feitiço mudo o currículo fornecido por aquele que almejava ser um ministerial. "Gostaria de café, chá? Espero que Peters tenha lhe atendido bem." Comentou, erguendo o documento. "Pra mim uma xícara de chá, por favor." Pediu, subindo o olhar para a funcionária que serviu-os em silêncio, imediatamente saindo para deixá-los com a privacidade necessária.

Mediu o jovem com o olhar. Não recordava-se deste de Hogwarts, deveriam ser de épocas distintas, mas aquilo não era impedimento algum. "Agora que estamos todos confortáveis, vamos começar." Disse, largando o papel na mesa e se recostando na poltrona. "Senhor Wulfgard, sabe com o que tratamos aqui, não é mesmo? Vejo que teve experiência nos Estados Unidos, mas passamos por um período de grande instabilidade. Uma verdadeira ditadura disfarçada, nossa imagem frente aos outros países e blocos econômicos não poderia estar pior." Esclareceu, recebendo a xícara de chá e molhando a garganta. "Eu estou em busca de alguém comprometido com nossa nação, que empregue todos seus esforços na manutenção de um Estado democrático forte. Nós, diplomatas, estamos no front hoje, Logan, o que verdadeira o motiva para juntar-se a nós?"

Considerações:
Boa noite, Logan. Descreva o que você o motiva em relação ao cargo e ao ministério e o que pretende fazer em suas funções em, no mínimo, 150 palavras.

Seu prazo é de cinco dias.

Se possível, opte por um template mais largo para facilitar a leitura.


post #020 | Ministério da Magia (5) | 2030 | Vestindo
Joshua B. Connington
Joshua B. Connington
Data de inscrição :
09/09/2015

Mensagens :
187

Idade :
29


Ficha do Personagem
Patrono: Víbora Lesser Sunda
Ano Escolar: Concluído
Casa: Sonserina
MIN » Superior

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP – Embaixador Britânico] Entrevista no Ministério

Mensagem por Logan A. K. Wulfgard em Qua 26 Dez 2018 - 4:11



RAVENCLAW PRIDE

Com um fator de pontualidade incrível, Joshua apareceu pela porta e me convidou a entrar. Acompanhei o mesmo até sua sala. Como um diplomata fez toda a sala para alguém que mal conhecia permeando os limites de uma cordial entrevista. Não parecia muito formal e seu modo apressado mostrava o quão ocupado era. Não passou despercebido o modo que ele falava agitado o que poderia demonstrar impaciência, ou grande carga de trabalho. Apenas sorri focando na entrevista. - Foi extremamente cordial, e não, obrigado. Nem café e nem chá. - disse com um sorriso simpático a secretária.

"De certo, Sr. Connington, estou a par da linear e tênue linha que separa a constância política e os pressupostos turbulentos em nossa sociedade. Enfrentamos tempos difíceis, onde temos que nos comprometer e aceitar responsabilidades que são deveras sérias e intrinsecamente ligadas ao que devemos fazer. Não seria leviano de afirmar que alguém é indispensável para qualquer cargo. Mas devemos nos ater a vontade de resolver problemas que criam outros. Devemos nos concentrar em focar nos pequenos problemas para por fim atingir o resultado macro desejado que beneficie as partes envolvidas".

Olhei para ele escutando o que ele tinha a dizer.

"A situação não está tão diferente do outro lado do oceano, a economia mágica está cada vez mais frágil e investidores estão acumulando e retendo toda a moeda corrente gerando bolhas econômicas. Apensar de o Reino Unido ser historicamente um dos maiores pólos econômicos da Europa, sei que estamos enfrentando uma crise que envolve duendes, bruxos e a comunidade semi-mágica. O dinheiro trouxa tem cada vez menos valor o que gera maiores problemas em pequenas esferas econômicas. Mais e mais dinheiro do ministério tem sido voltado a educação e a inserção de alunos não mágicos. E famílias tradicionais tem perdido partes de suas fortunas e não entendem que gastar suas reservas apenas para manter as aparências". - disse olhando para ele calmamente e cruzando as pernas. "Em minha recente estadia na França, percebi que a comunidade bruxa francesa começa cobrar mais do seu governo, mas pedem as mesmas regalias de sempre, esperando que o Ministério arque com as conseqüências da crise educacional e financeira que assola a Europa. Historicamente a última vez que enfrentamos um largo problema assim, gerou revolta e pequenos grupos europeus começaram a inflamar o sentimento anti-trouxa".

Respirei fundo olhando para os movimentos dele e observando e escutando sua pergunta. Pensei um pouco no que poderia dizer.

"Humildemente, acho que sou alguém dedicado e inteligente para tentar apaziguar os ânimos internacionais. Apesar de não ser Inglês, meu amor pela Grã-Bretanha é indiscutível. Além disso, sou o fruto de várias famílias tradicionais, mas também tive a sorte de conviver muito tempo com meu padrasto trouxa que sempre me ensinou importantes lições de tolerância e equidade. Ademais, viajei muito pelo mundo, e defendo que para melhorarmos as coisas devemos ter uma fundação sólida e forte. A árdua situação em que estamos não nos permite sermos fracos e nem desorganizados. Devemos mostrar que apesar de ter problemas, ainda somos a grande comunidade bruxa que sobreviveu a problemas maiores no passado e triunfou. Devemos ser firmes em nossas decisões, e isso quer dizer que sacrifícios devem ser feitos para um bem coletivo. A democracia deve ser assegurada a todos os seres mágicos e não mágicos. Afinal, todos somos engrenagens importantes desta sociedade. Nenhuma peça deve causar a pane do sistema que funciona. Acredito que não será fácil, e sei que muito trabalho deve ser feito. E respostas simples não existem, mas existem respostas, e devemos lutar para achá-las da melhor forma possível. E sou humilde para dizer que, não sei de todas as cosias e estou disposto a aprender no que for necessário para garantir um bom trabalho e estabilizar as pontes sociais e culturais entre as comunidades bruxas e não bruxas.” – respondendo atentamente a pergunta esperando causar uma boa impressão. Respirei fundo, meio nervoso. Mas mantive-me firme como um bom diplomata deveria ser.




Logan Wulfgard
Seja como a lua crescente... Crie romance, mude as marés.
Ravenclaw Pride

Logan A. K. Wulfgard
Logan A. K. Wulfgard
Data de inscrição :
26/07/2016

Mensagens :
127

Idade :
27


Ficha do Personagem
Patrono: Raposa do Ártico
Ano Escolar: Concluído
Casa: Corvinal
MIN » Funcionário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP – Embaixador Britânico] Entrevista no Ministério

Mensagem por Joshua B. Connington em Sex 4 Jan 2019 - 0:51


Aguantamos Pinochet, aguantamos a Videla, a Franco, Mao
Ríos Montt, Mugabe Hitler, Idi Amin, Stalin, Bush, Truman, Ariel Sharón y Hussein

Famílias tradicionais, Joshua conteve o riso. Merlin, como aquele parzinho de palavras o incomodava. Mesmo ele próprio pertencendo aos Bringstrow e, naturalmente, usufruindo de todas as regalias que tal sobrenome providenciava, a recente crise bruxa abrira seus olhos para o monopólio que estas faziam dos altos cargos de poder. A última coisa que queria era alguém ainda tão apegado ao passado desta maneira – todavia, a ideia de ter um revoltoso anarquista refletindo os valores que haviam causado a morte de sua mãe e tantos outros conseguir ser pior.

Ouviu sem expressar reação ao discurso de apresentação do jovem. Como diziam os trouxas, seu santo não havia batido com o do estrangeiro, mas era inegável que tinha uma opinião a se ouvir. De fato, uma opção a se considerar. "Agradeço pelo interesse na vaga, Logan. Entraremos em contato nos próximos dias." Comentou, servindo-se de uma nova xícara de chá, indicando com a cabeça que o homem estava dispensado. "Fique atento as suas corujas."

Considerações:
Parabéns, você conseguiu seu cargo. Solicite a alteração de rank anexando o link desta entrevista no seguinte tópico: http://tlcrpg.forumeiros.com/t1801p50-pedido-de-rank

Qualquer problema que você tenha, me comunique por mp. Não cai o dedo.

Obrigado.


post #021 | Ministério da Magia (5) | 2030 | Vestindo
Joshua B. Connington
Joshua B. Connington
Data de inscrição :
09/09/2015

Mensagens :
187

Idade :
29


Ficha do Personagem
Patrono: Víbora Lesser Sunda
Ano Escolar: Concluído
Casa: Sonserina
MIN » Superior

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP – Embaixador Britânico] Entrevista no Ministério

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum