Ambientação
Todo ser humano necessita de algo em que acreditar para que sua vida tenha algum sentido. Seja em vários deuses ou em um só ou até mesmo na inexistência de qualquer deus. Seja no bem, no mal, na vida após a morte ou em magia. Independente de qualquer que seja a crença, os humanos movem suas vidas em função dela. Entretanto, há um tipo especifico de humanos que têm a magia não como uma crença abstrata, mas como sua maior realidade.

A comunidade bruxa europeia vive em paz há algum tempo, desde que o Ministério conseguiu frustrar os planos da Irmandade das Trevas. Os comensais que sobreviveram ao rompante de raiva de seu chefe foram mandados para Azkaban para receberem o beijo dos dementadores. Porém os aurores não conseguiram capturar o líder da Irmandade, que anda livre pelo mundo já recrutando um novo exercito.

Não diferente, o Ministério da Magia já treina novos aurores para suprir a baixa que foi deixada pela última batalha contra os bruxos das trevas. Os chefes dos departamentos não mais estão fazendo vista grossa para os acontecimentos anómalos que outrora assombraram suas rotinas. O ministro em si se encarrega dos assuntos mais sérios e as pilhas de papeis em sua mesa estão cada vez menores.

Em Hogwarts, os antigos clubes de duelos e de poções foram reativados, mas não com a antiga ideologia de apenas aprendizado e lazer, e sim com a mascarada didática de treinar os alunos em combate, defesa e o que mais for necessário para prepara-los para uma futura batalha contra o mal.

Os sinais estão claros para as autoridades, os bruxos das trevas se movem à surdina e os jovens estudantes do castelo de Hogwarts são preparados para a guerra sem nem mesmo notar. Os dias sombrios estão por vir novamente. Bruxos, empunhem suas varinhas e as segurem bem, pois elas serão suas maiores e melhores aliadas nos dias futuros.
Data on
Ano: 2019
Mês: Outubro
Novidades

Em breveCampeonato de Quadribol

Últimos assuntos
» [RP]
Ter 6 Jun 2017 - 15:36 por Joshua B. Connington

» Votações - Abril e Maio
Seg 5 Jun 2017 - 2:20 por Sarff

» [RP] I have loved the stars too fondly to be scared of the night
Dom 4 Jun 2017 - 10:46 por Anastasia Kinsky

» [RP] Seven Nation Army
Sex 2 Jun 2017 - 3:07 por Edward Fourrié Schwartz

» Solicitação de Missões
Sab 13 Maio 2017 - 20:23 por Chai K. Schwartz

» Liga de Quadribol
Dom 7 Maio 2017 - 19:17 por Sarff

» Sistemas do Fórum
Dom 7 Maio 2017 - 18:04 por Sarff

» [rp] She is supreme
Qua 15 Fev 2017 - 20:16 por Aaliyah Brussel Lancaster

» Tabela de Conversão e Ações de PPH's
Seg 13 Fev 2017 - 3:27 por Tétis

» [RP] Just another day
Dom 29 Jan 2017 - 19:02 por Convidado

Staff
Sarff
Danorum
Narrador
Tétis
Manchetes do Profeta
Entrevistacom o Ministro da Magia.
Nóticiassobre a Liga de Quadribol.
Awards
BRANDON CARTWRIGHT
Aluno mais esforçado
IVY SCHWARTZ
Melhor profissional
NIKOLAI DIMITROFF
Drama king
EDWARD SCHWARTZ
O pegador
ANNE & LILY
Melhor dupla
Ksenia & Marijuana
RP mais quente
Parceiros
Créditos
Todo conteúdo contém exclusivamente seus criadores, quaisquer retiradas devem ser creditadas. Este fórum é a terceira geração que se iniciou no Aresto Momentum e depois se tornou Potterhead, seguindo algumas de suas ideologias, sistemas e projetos. Este RPG é feito em nome do PH e toda sua colaboração para o mundo Rpgista Potteriano. Skin feita por Hardrock de Captain Knows Best e adaptada por Danorum.

Licença Creative Commons

2ª Aula de Poções

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

2ª Aula de Poções

Mensagem por Tétis em Ter 11 Jun 2013 - 19:05

Poções

Aula II
avatar
Tétis
Data de inscrição :
12/05/2013

Mensagens :
2114


RPG » Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 2ª Aula de Poções

Mensagem por Jerôme Villeneuve em Dom 7 Jul 2013 - 18:10

Potions

Sabendo que deveria organizar os ingredientes para deixar com que a aula torne-se prática e os mesmo sejam fáceis de serem encontrados, levantei-me cedo, não tardando para avançar pelos corredores do castelo. As masmorras, por fim, estavam à frente, sombrias e cálidas. Avancei por tais, afinal as conhecia como qualquer outro sonserino. O aposento onde ocorrem as aulas de Poções mantiveram-se em seu habitual modo: sombrio e com archotes de chamas fracas. Assim que penetrei em tal terreno, rumei até o rústico armário, organizando ingrediente por ingrediente, frasco por frasco.

Minutos após, os alunos do terceiro ano já surgiam ao vão da porta, cumprimentando-me e se acomodando em um das cadeiras dispostas por todo o espaço. — Dia, terceiranistas. Sem delongas, retirem as ferramentas necessárias para o preparo de uma poção e organizem-nas sobre a mesa, não desejo bagunça! — observei os terceiranistas retirarem as ferramentas do interior de suas mochilas. — Os que esqueceram os livros, há vários deles no armário ao fundo. Bom, abram seus livros na página cento e noventa e cinco.

Instruções contidas na página vinte e seis dos livros:
É uma poção muito comum entre os estudantes, pode ser usada como uma maneira de assustar a pessoa que a tome fazendo o cabelo arrepiar. Entre os adultos é usada para deixar os mesmos com visual moderno. Inventor desconhecido, entretanto, supõe-se que fora inventada por algum estudante.

Ingredientes:
1 – ¾ de um caldeirão de azeite;
2 – 5 rabos de gato;
3 – 3 unhas de morcego;
4 – 10 alfinetes;

Modo de Preparo:
Com o azeite no caldeirão, deve-se deixá-lo ferver por cerca de quinze minutos, após isso deve-se adicionar os ingredientes simultaneamente, depois deve-se mexer a poção energicamente entre dois a cinco minutos até que ela obtenha um tom verde, após isso já poderá ser tomada.

Os alunos que foram buscar o livro no armário já estavam em seus devidos lugares. — Página cento e noventa e cinco. Poção para Arrepiar Cabelos. Podem começar, agora! Ingredientes estão no armário, organizados de forma prática. Não sujem as mesas, muito menos desorganizem o armário! — tratei de caminhar por entre as fileiras de alunos, observando o empenho de cada um. Os mesmos estavam no terceiro ano e já eram perfeitamente aptos para com o manuseio das ferramentas necessárias para o preparo. Os terceiranistas, sem dúvidas, completariam o preparo com perfeição, já que o livro fora escolhido com total atenção e as instruções contidas no mesmo são de extrema clareza.

Cerca de vinte e cinco minutos após...

Aqueles que já obtiveram um tom esverdeado no líquido do caldeirão levantem a mão, por favor! — um pouco mais da metade dos alunos já haviam concluído. — Ótimo, ótimo! Os alunos que já terminaram vão ao armário novamente e de lá retirarão um frasco. Penso que há muitos frascos no interior do mesmo e que é possível entregar para todos. Vocês irão transferir o líquido do caldeirão, bom, pelo menos parte dele, para o frasco e irão me entregar. Não se esqueçam da ferramenta que irá auxiliá-los em tal transferência. Irei avaliá-los individualmente, portanto etiquetem-nos com seus devidos nomes. Podem fazê-lo — retornei até minha mesa de carvalho e sustentei meu corpo em seu material. Os terceiranistas não criaram tumultos, o que é um bom sinal. Os frascos já cheios foram sendo trazidos até minha pessoa e os que já haviam terminado tudo o que fora requerido estavam conversando uns com os outros.

Você! Sim, você! Venha cá! — escolhi um aluno aleatório. Notei o espanto em seu semblante, porém ignorei. — No interior deste frasco está um antídoto para a poção que vocês prepararam. Você, aluno(a), irá tomar a poção do seu frasco e veremos o seu efeito! — sorri tentando tranquilizá-lo. Eu sabia o que aconteceria e todos na sala também sabiam. Os fios capilares do aluno iriam estar arrepiados instantes após do primeiro gole. E fora o que aconteceu. O aluno bebericou de seu frasco, não tardando para ter seus cabelos arrepiados. — Ora, ora! Temos uma poção muito bem feita. Meus parabéns! Tome isto, irá ajudar — entreguei-lhe o antídoto e lhe dei instruções para tomar apenas um gole. O efeito cessou e os cabelos voltaram ao habitual escorrido. — Algum voluntário? — olhei rosto por rosto, procurando alguém capaz de tomar o próprio líquido. Nenhum se manifestou. — Que pena.

Girei meus calcanhares e capturei o primeiro frasco que vi, bebericando do mesmo. Meus fios capilares arrepiaram-se, tornando-me, digamos assim, moderno. Os alunos gargalharam de meu atual estado e não pararam por aí. As gargalhadas duraram até após de eu ter tomado o antídoto. — Espero que tenham aproveitado. Nossa aula termina por aqui. Não se esqueçam da sujeira. Usem suas varinhas! Podem ir — os liberei e tratei, logo em seguida, de organizar os fracos entregues para mim no fundo do armário. Todos estavam etiquetados, prontos para uma avaliaçãozinha pequena.

Observações:
Aulas com menos de vinte e cinco linhas serão desconsideradas;
Uso do table padrão é obrigatório, o não cumprimento de tal regra pode gerar perda de 50% da nota;
Qualquer dúvida, não hesite em mandar-me uma MP.
Irei avaliar toda a descrição do preparo, portanto é de crucial importância que seja bem detalhado.

A pontuação será da seguinte forma:

Vinte pontos para o(a) aluno(a) com melhor postagem prática.
avatar
Jerôme Villeneuve
Data de inscrição :
12/05/2013

Mensagens :
68

Idade :
30


Ficha do Personagem
Ano Escolar: Concluído
Patrono: Morcego Nariz de Porco
Casa: Sonserina
MIN » Superior

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum