The Last Castle - RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Staff
Codes e Graphics:
Parceiros


Créditos do Fórum
» Skin obtida em Captain Knows Best criado por Neeve, graças ao suporte e tutoriais de Hardrock, Glintz e Assistencial Forumeiros.
» Modificações na skin feitas por Daenwolff do fórum The Reckless.
» Agradecemos à Mel pelo Banner, background e imagens das categorias e fóruns.

» The Last Castle RPG é um fórum baseado no universo de Harry Potter, ambientado em terras sul-americanas, dando ênfase ao Brasil. Regras, sistemas e ambientações são de autoria da administração deste RPG e não podem ser replicadas em outros domínios, sem a devida autorização.

» Fórum idealizado por Ipupiara e reformulado por Anhangá e sua incrível imaginação para criar ambientações para o Mundo Mágico Brasileiro;
» Agradecimentos também à todos Administradores e Moderadores, antigos e atuais, por ajudarem a organizar e atualizar o fórum com suas ideias maravilhosas;
» Reinaugurado como The Last Castle em Dezembro de 2019.

1ª Aula de Poções

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

1ª Aula de Poções

Mensagem por Caipora em Ter 11 Jun 2013 - 19:04

1ª Aula de Poções Usarcapaaulas
Poções

Aula I
Caipora
Caipora
TLC » Administradores
Mensagens :
2561

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1ª Aula de Poções

Mensagem por Jerôme Villeneuve em Qua 19 Jun 2013 - 21:22

Potions

Minha cabeça estava sustentada sobre um livro de uma escrivaninha. Passara quase a noite por inteiro pesquisando sobre trouxas, procurando trazer extremo conhecimento sobre tais. Eu, como professor, sei como são as poções no mundo trouxa, porém, somente sei como são elas, perdendo a visão para os outros fatos. Eu deixara uma janela aberta para que o ar gélido entrasse, sempre me senti melhor com o frio. Mas, assim que os raios solares penetravam no aposento e mantiveram-se sobre meu rosto, praguejei o fato de ter esquecido a abertura e o ar retirou a cortina de seu habitual lugar.

Acordei. Praguejando. Mas logo entendendo que não iria mudar algo. Aprontei-me — vestes negras, em especial — e fui para o salão principal. As aulas começariam cedo. Usufruo do habitual café — os elfos, por sua vez, sempre preparam de modo carinhoso para mim — e de um bolo de limão.

...

Os archotes ardiam em chamas fortes. Por algum motivo, preferi um aposento iluminado. Não trouxera café para a sala, porém, tomando em dobro no salão. As palavras lidas na noite anterior juntaram-se com aquelas antigas e deixaram-me estasiado, querendo repassá-las.

Bom dia. Acordem, acordem! Sou o professor de Poções, Joseph. Contatem-me apenas por professor, senhor ou tutor, caso contrário, não serão atendidos! — brinquei com os terceiranistas. Eles possuíam um semblante sonolento. Postei-me ereto defronte com todos, olhando-os com olhar de desaprovação. — Sei que muitos não são defensores de nascidos-trouxas, entretanto, o assunto de hoje são eles — não me importei se eram ou não defensores dos não mágicos, aceitando o conteúdo com facilidade e clareza, para mim, basta.

O descobrimento de poções no mundo trouxa se deu superficialmente da mesma forma para com o bruxo; ou seja, acidentalmente — iniciei minhas falas com um tom demasiado alto, roubando a atenção dos alunos. — Os nascidos-trouxas sempre prepararam poções às cegas e as classificavam de diversas formas, principalmente os índios e sua arte medicinal, que usa as propriedades mágicas da flora e da fauna em seu benefício.

Prevendo que eles não saberiam o que são índios, pesquisei sobre tais e pronunciei:

De acordo com um confiável livro, o termo índio refere-se a diversas populações nativas do continente americano. Algumas vezes esse termo é usado também para se referir as populações nativas da Austrália, mais conhecidas como aborígenes — finalizei o assunto "índios" e voltei às poções.

Os nascidos-trouxas chamaram o que, para nós, é poções, de drogas e passaram a vendê-las em diversas espécies e funcionalidades em estabelecimentos chamados de “drogaria”. Drogarias, para nós, são as lojas onde compramos os ingredientes necessários para uma eficiente poção — caminhei por entre as mesas e parei defronte com um armário ao fundo da sala. De lá retirei um esbranquiçado recipiente e carreguei-o comigo.

O conteúdo deste recipiente é classificado como remédio comum aos nascidos-trouxas. Passarei-o por vocês para uma avaliação breve, não toquem-no, por favor — sacolejo minha varinha e faço o recipiente pairar pelas fileiras de mesas, sobre os olhares curiosos dos alunos. — Como, sem dúvidas, já fora mencionado para vocês no ano anterior, os bruxos trouxeram seus conhecimentos mágicos para os nascidos-trouxas, iludindo-os. Por incrível que pareça, poções bruxas circulam ilegalmente no mundo trouxa. O que é proibido pelo Ministério da Magia — esperei o recipiente chegar no último aluno para trazê-lo até minha posse novamente.

Os nascidos-trouxas classificaram suas poções em chá, xarope e remédios comuns. O chá e o cozimento de diversas plantas ou folhas da mesma que, em solução aquosa — ou seja, misturado com água —, faz com que quem o beba tenha sinta algum tipo de efeito— coloquei o remédio sobre a mesa de carvalho e voltei minha atenção aos alunos. — O xapore, muitas das vezes, é confundido com o chá, porém, não confundam-os! Eles possuem diversas diferenças. O xarope também é uma solução aquosa, somente não faz o necessário uso de plantas e flores, tanto que seu principal ingrediente é o resultado de um longo processo— já estava falando havia muito tempo. Logo percebo que deveria parar e solicitar o trabalho.

E estamos chegando ao fim. Espero que tenham anotado tudo o que falei, pois pedirei um breve resumo de tudo o que fora falado e, seguindo tal resumo, informações sobre como são classificados as poções trouxas. Desejo as informações ditas em aula e várias linhas após, adicionando mais e mais delas. Tudo em minha mesa na próxima aula, sem menos tempo, nem mais! — pedir trabalhos é tão bom quanto recebê-los e avaliá-los. — Podem guardar os pergaminhos, para quem estava anotando, claro— um minuto depois, aproximadamente, a sineta tocou e deixei-os sair.

Observações:
O resumo deve ser entregue até o encerramento da aula. Colocar suas informações (nome, ano) no assunto é obrigatório; desejo que todos os requisitos solicitados em aula sejam cumpridos;
Aula será encerrada após catorze dias de postagens, no caso, dia 03;
Aulas com menos de vinte linhas serão desconsideradas;
Uso do table padrão é obrigatório, o não cumprimento de tal regra pode gerar perda de 50% da nota;
Qualquer dúvida, não hesite em mandar-me uma MP.

A pontuação será da seguinte forma:

Vinte pontos para o(a) aluno(a) com melhor postagem;
Vinte pontos para o(a) aluno(a) com melhor resumo;
Jerôme Villeneuve
Jerôme Villeneuve
Mensagens :
68

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1ª Aula de Poções

Mensagem por Franccesca V. Lancaster em Qua 3 Jul 2013 - 22:55

1ª Aula de Poções

Mais um dia se inciava. A vontade de sair da cama era nenhuma. "Por que decidiram que as piores matérias deveriam começar os nossos dias?" Arrumei-me lentamente desejando, inutilmente, claro, que por algum motivo a professora simplesmente não estivesse lá. Em minha mente, eu escutava o som que os saltos da professora Holmes fazia quando entrava em contato com o chão da sala e também o estrondo que ela fazia questão de fazer para fechar a porta. Como estava sem fome, tomei apenas um copo de suco e segui para a sala.

Surpreendo-me já do lado de fora: Uma luz saía do ambiente. "O que aconteceu com a sala escurecida?" Do lado de dentro meus olhos se arregalam. A professora Holmes não estava ali. "Minhas preces foram ouvidas?" Completamente surpresa, sento-me à uma das mesas do fundo da sala. A porta não fora batida e eu não conseguia parar de observar o professor que se apresentava. Joseph, era este o seu nome. O assunto da aula seriam os trouxas. "Trouxas usam poções? Como assim?"

O professor começa sua aula e como dá a entender que seria apenas teórica, pego um pedaço de pergaminho para fingir que estava fazendo anotações como uma aluna disciplinada. Passei a maior parte do tempo desenhando cubos e círculos ou escrevendo nomes aleatórios. "Quando eu vou poder sair daqui?" A cada segundo que passava, mais a vontade de sair dali aumentava. O pergaminho já estava todo rabiscado e a preguiça de pegar outro era imensa, então tentei prestar atenção ao que o professor falava. "Como eles conseguem?" Meus colegas, diferentemente de mim, olhavam para o professor como se cada palavra que ele dissesse fosse mudar, sei lá, o planeta.

"Por que Poções tem que ser tão... argh!" Vejo o professor pegar um frasco esbranquiçado e afirmar que aquilo se tratava de um remédio-comum para os trouxas. Fez o frasco flutuar entre nós para que pudéssemos vê-lo melhor. Revirei os olhos quando o frasco passar ao meu lado. "Quando poderei sair daqui?" Uma coisa que o professor falou me chamou a atenção: algumas de nossas poções circulavam no mundo trouxa, ilegalmente. Depois ele falou em como os trouxas classificavam suas poções. Olhei para o pergaminho rabiscado, aquilo deveria ser escrito. Peguei um pergaminho limpo e anotei a classificação das poções e também algumas observações. "Passa tempo, passa..."

A aula estava chegando ao fim, quando o professor anunciou isto quase dei um grito de felicidade. Ele diz que deveríamos entregar um resumo desta aula na próxima e então alguns instantes depois, a sineta toca. "O melhor momento dessas aulas é a saída, sem sombra de dúvidas..." Enrolo o pergaminho no qual estava escrevendo e saio dali.
Narração # Eu # "Pensamentos" # Outros
Franccesca V. Lancaster
Franccesca V. Lancaster
Mensagens :
515

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1ª Aula de Poções

Mensagem por Jerôme Villeneuve em Qui 4 Jul 2013 - 13:13

Notas

Franccesca V. Lancaster: 6. Gostei dos pensamentos, mesmo que não tenha interagido em aula, pensou, o que é um bom sinal. Recebi o trabalho fora do tempo, o que implicou a perda de pontos. +2 pontos.

Dez pontos para o(a) aluno(a) com melhor postagem: Franccesca V. Lancaster.

OBS.: Diminui de vinte para dez pontos por questões de que somente um aluno postou e que não foi uma postagem merecedora dos vinte pontos.


Corvinal: 0.
Grifinória: 0.
Sonserina: 0.
Lufa-Lufa: 12 pontos.

Jerôme Villeneuve
Jerôme Villeneuve
Mensagens :
68

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1ª Aula de Poções

Mensagem por Nimbus B. Australis em Qui 4 Jul 2013 - 23:21

Os alunos que ainda não postaram, podem postar até o sabado.
Sem mais.
Nimbus B. Australis
Nimbus B. Australis
Mensagens :
156

Ocupação :
Ministro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1ª Aula de Poções

Mensagem por Jerôme Villeneuve em Dom 7 Jul 2013 - 15:19

Nenhum novo postador.
Jerôme Villeneuve
Jerôme Villeneuve
Mensagens :
68

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1ª Aula de Poções

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum